Pronampe: Governo afirma que mais de 500 mil empresas já foram beneficiadas

De acordo com o Governo, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) já concedeu crédito para 517 mil empresas.

Coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), o programa deu suporte de garantias para as pequenas empresas conseguirem acesso a crédito no sistema financeiro durante a crise causada pelo coronavírus.

Pronampe
Dividido em três fases, ao todo foram liberados R$ 37,5 bilhões pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO), com recursos do Tesouro Nacional.

Na última quarta-feira (30), foram liberados mais R$ 4,9 bilhões em crédito para 43 mil empresas, um ticket médio de R$ 114 mil por operação.

O estado de São Paulo registrou o maior número de beneficiários do programa: foram mais de 114 mil operações de crédito, com uma liberação total de R$ 9 bilhões em empréstimos.

Em seguida estão os estados de Minas Gerais, com mais de 64,5 mil operações de crédito e R$ 4,8 bilhões em liberação; e o Rio Grande do Sul, que recebeu mais de R$ 3,5 bilhões em mais de 65,3 mil operações de crédito.

Crédito
“Vamos continuar melhorando o acesso ao crédito, necessário para o aumento da produtividade, além de melhorar a concessão de garantias, por meio da regulamentação, Sistema Nacional de Garantias. Nós também estamos criando o sistema de defesa do empreendedor, cuja ideia é defender o empreendedor na relação de hipossuficiência que ele tem quando está lidando com o Estado”, ressalta a subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia, Antônia Tallarida.

O Sistema Nacional de Garantias deve incentivar a competição bancária ao permitir que pequenas empresas consigam garantias para tomar crédito e possam negociar melhor com seu banco e com outros bancos.

Fonte: Ministério da Economia.